Processo criativo na resolução de problemas

Todo mundo pensa antes de tentar solucionar algum problema.

Independente de qual for a sua área profissional de atuação ,o processo de pensar antes de fazer para solucionar problemas nem sempre é algo tão claro.

Mesmo em trabalhos mais lógicos, exatos e até repetitivos, o processo pode variar bastante.
Há quem tenha um processo padrão. Há quem nunca tenha pensado sobre ter um. Há quem ache que ter um processo é essencial. Há quem tenha experiência o suficiente para saber os atalhos e dispense processos. Há quem priorize a postura ao processo. Há quem priorize a vivência e intuição ao processo. Não importa. Todo mundo acaba pensando antes de fazer.

Diante desse fato, todo mundo que pensa, pensa pelo cérebro. Este estudo realizado por um grupo de neurocientistas americanos contesta a teoria de que o cérebro tem duas zonas isoladas: o lado esquerdo, realista, analítico, prático e organizado (abre e fecha porta) e o lado direito, criativo, passional, sensual e poético.
O estudo conclui que durante o processo criativo o cérebro funciona por redes e cada rede ativa áreas que estão em ambos os lados. Como diz um trecho do artigo que apresenta o estudo: “Criatividade não envolve apenas uma única região ou lado do cérebro. Ao invés disso, o processo inteiro — da preparação, incubação, iluminação a verificação — consiste em diversos processos de interação cognitivas e emoções. Dependendo do estágio do processo e o que você está querendo criar, diferentes regiões do cérebro são recrutadas. Importante: muitas regiões do cérebro trabalham como um time e muitos times demandam estruturas de ambos os lados direito e esquerdo para resolver a tarefa”.

Independente da sua área de atuação ou especialidade, seja para projetos pessoais e até movimentos de vida, exercitar e desenvolver outras formas de pensamento só tende a torná-lo um profissional e uma pessoa mais evoluída. Todo mundo pode usufruir de desenvolver a capacidade de pensamento analítico, assim como todo mundo pode usufruir do desenvolvimento do pensamento criativo.


Fonte: https://medium.com/@brunoaraldi/pensando-antes-de-fazer-e50f24f6df06